segunda-feira, 11 de junho de 2018

Para o G.

Existe uma crueldade dentro de mim que não exerço desde 1998
Ela vem até a garganta e a engulo e queima o estômago toda vez que você me impõe a sua existência
E seria fácil usá-la, mas não vou dar esse reforço positivo para não me arrepender depois
Entenda: eu não o maltrato por auto-preservação
(Prefiro continuar me achando uma boa menina)

Nenhum comentário:

Postar um comentário